Roberto Freire comemora aprovação do novo marco do saneamento

Medida prevê universalização dos serviços até 2033 ao custo de R$ 700 bilhões

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, comemorou nesta quarta-feira (24) a aprovação pelo Senado Federal do novo marco regulatório do saneamento básico. O projeto já tinha passado pela Câmara dos Deputados e agora vai à sanção presidencial.

“São 100 milhões de pessoas sem saneamento e 35 milhões sem água potável em casa. Inaceitável. O Novo Marco Legal do Saneamento básico é um avanço. Enfim aprovado, com apoio coerente do Cidadania. Somos reformistas históricos e contemporâneos do futuro”, disse Freire.

A proposta, que estimula a participação da iniciativa privada, prevê a universalização dos serviços de saneamento até 2033, proporcionando o acesso de 99% da população à água potável e de 90% ao tratamento e à coleta de esgoto. O custo estimado durante esses 12 anos é de R$ 700 bilhões.

O deputado federal Alex Manente (Cidadania-SP) também falou da importância da medida para a sociedade brasileira. “100 milhões de pessoas sem acesso a água e esgoto! Corporativismo e Estatismo nos levaram a falência como sociedade. Dar dignidade a população mais vulnerável é inegociável. 100 milhões de brasileiros começam a ter esperança a partir de hoje”, destacou.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário