Para Jorge Kajuru, falta ‘coordenação central’ no combate à pandemia

“Um presidente que não demonstra querer enfrentar o problema, um general como ministro interino da Saúde, governadores e prefeitos batendo cabeça e uma população insegura”, resume o parlamentar do Cidadania (Foto: Pedro França/Agência Senado)

Ao ser questionado pelo site ‘O Antagonista’ sobre sua visão da pandemia de coronavírus no País, o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) respondeu que, “infelizmente, a pandemia parece seguir firme”, porque falta uma “coordenação central”.

“Um presidente que não demonstra querer enfrentar o problema, um general como ministro interino da Saúde, governadores e prefeitos batendo cabeça e uma população insegura”, resumiu.

Para o senador, o principal erro será flexibilizar a quarentena no momento em que o número de casos e de mortes está aumentando.

“Isso pode dar à população a ideia de que o pior já passou. A flexibilização não pode acontecer sem que antes haja um conhecimento claro do comportamento do vírus, sem o número necessário de testes, sem trabalho articulado entre todas as esferas de poder.”

Kajuru acrescentou que, se nada mudar e não houver diálogo entre os governos federal e estaduais, “no Brasil, a guerra contra a Covid-19 será a mais prolongada”, na comparação com o restante do mundo.

Fonte: https://www.oantagonista.com/brasil/jorge-kajuru-no-brasil-a-guerra-contra-a-covid-19-sera-a-mais-prolongada/

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário