Freire e Eliziane criticam corte de R$ 83,9 milhões do Bolsa Família para gastar com publicidade

Governo Bolsonaro cortou os recursos que poderiam beneficiar 70 mil famílias do Nordeste, enquanto 433 mil aguarda benefício em todo o país

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, afirmou nesta quinta-feira (4) que a decisão de tirar R$ 83,9 milhões do Bolsa-Família no Nordestes para custear despesas de publicidade, que vem sendo criticadas por financiar blogs de amigos e defensores de Jair Bolsonao, é sinal de “corrupção de princípios”.

Para ele, a medida tenta compensar a perda de recursos da “mídia bolsonarista” e, ao mesmo tempo, é parte de uma vigança conta a região em que o presidente bate recorde de rejeição.

“Jornal Nacional e Folha de S.Pailo mostraram que 433 mil esperam inclusão no Bolsa Família. Há outros milhares sem a renda básica emergencial de até R$ 1.200,00, enquanto a pandemia de Covid-19 avança, trazendo fome e desemprego. Bolsonaro tira dos mais vulneráveis do Nordeste, onde perdeu, pra dar pros puxa-sacos. Vingança, crime e covardia”, acusou.

O ex-parlamentar ainda lembrou que blogs de direita, denunciados por espalhar fake news, estão vendo a fonte de financiamento secar a partir de iniciativas como o Sleeping Giants, grupo que alerta empresas de que publicidade nas redes sociais está indo parar em páginas que propagam desinformação e mentiras.

“Após empresas privadas e públicas, incluindo Petrobras, serem instadas a parar de anunciar em blogs sujos de direita, Bolsonaro retira R$ 83 mi do Bolsa Família no Nordeste pra alimentar seu exército de fake news. Em plena pandemia de Covid-19. Princípios e almas corrompidos”, apontou.

A senadora Eliziane Gama (MA), líder do Cidadania no Senado, também condenou a medida, que considera injustificável.

“É inacreditável que o governo, em plena pandemia, tenha retirado R$ 83,9 milhões do Bolsa Família para gastar em propaganda. O dinheiro atenderia beneficiários da Região Nordeste. Cerca de 70 mil famílias deixaram de ser beneficiadas para o governo pagar comercial”, lamentou em seu perfil no Twitter.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário