Senador Jorge Kajuru pede saída de Sérgio Camargo da presidência da Fundação Palmares

Para o parlamentar, o órgão do governo federal não pode ter na presidência um ‘cidadão que nega os seus antepassados’ (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) defendeu em suas redes sociais que o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, deixe o cargo. Apesar de o órgão do governo federal ser destinado ao combate ao racismo, Camargo se referiu ao movimento negro como “escória maldita” e “vagabundos” em reunião privada com funcionários da fundação, em 30 de abril.

“Sérgio Camargo, deixe a Fundação Palmares. Faça esse favor ao País onde você nasceu, graças aos seus ancestrais africanos. A grande maioria dos que deles descendem não é ‘escória’. Embora não possamos esquecer que, para toda regra, há um exceção”, postou o senador.

Para Kajuru, a Fundação Palmares não pode ter na presidência um ‘cidadão que nega os seus antepassados’ porque o objetivo do órgão é justamente o de ‘promover a preservação de valores culturais, sociais e econômicos decorrentes da influência negra na formação da sociedade brasileira’.

“Ignorância e intolerância formam combinação quase que catastrófica. Aliada à má fé, ela é deletéria. Foge às regras civilizatórias. Utilizada por agentes públicos, tal grau de involução não deve ser tolerado”, afirma o parlamentar do Cidadania.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário