País precisa de pacto federativo para enfrentamento da pandemia, diz Carmen

Em audiência nesta quinta-feira (7) com o ministro da Saúde, Nelson Teich, a relatora da Comissão Externa de Enfrentamento ao Coronavírus, deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania-SC), defendeu a necessidade de um pacto federativo para combate mais efetivo à pandemia de Covid-19.

Preocupada com o aumento de contaminação e óbitos – só nas últimas 48 horas, o vírus ceifou a vida de mais de 1.215 brasileiros -, Zanotto fez um apelo. “Só poderemos enfrentar essa pandemia com união do governo federal, dos estados e municípios. Mais do que nunca, é preciso que os entes federativos trabalhem em sintonia para reduzir os danos”.

A parlamentar também afirmou que os três poderes, com o apoio dos órgãos e entidades da administração indireta, precisam estar unidos “neste momento difícil da nação”. O Brasil já é o sexto país em número de mortes provocadas pela Covid-19, conforme dados apresentados na reunião pelo Ministério da Saúde.

Zanotto disse a Teich que também está preocupada com a proteção dos trabalhadores que estão na linha de frente do atendimento dos pacientes e com a falta de leitos de UTI e de enfermaria nos estados onde a pandemia está em estágio mais avançado. “Essas são as principais reclamações que chegam à comissão”, reforçou.

Vacinação

Carmen Zanotto pediu ainda prioridade para a vacinação de cuidadores de idosos e de pessoas com deficiência que trabalham em abrigos de longa permanência; defendeu a descentralização laboratorial no processamento do diagnóstico de Covid-19; e, por fim, que Nelson Teich fizesse um esforço para ampliar os centros de triagem em todo o país.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário