Carmen Zanotto pede descentralização laboratorial para exames de Covid-19

Objetivo segundo parlamentar é agilizar resultado e diagnóstico da doença causada pelo novo coronavírus no país

A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) defendeu nesta quarta-feira (6) a descentralização dos serviços laboratoriais para agilizar o diagnóstico dos testes de Covid-19. Para Zanotto, o país possui uma rede de hemocentros qualificada e universidades que podem contribuir para que o resultado dos exames saia mais rápido.

“Não seria mais fácil treinar mais profissionais para que esses exames não fiquem focados apenas nos laboratórios dos grandes centros?”, indagou a relatora da Comissão Externa de Enfrentamento do Coronavírus em reunião que debateu o tema com vários especialistas, inclusive da Fiocruz e do Laboratório de Biologia Molecular da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

A deputada disse que também é necessário melhorar a logística para que as amostras cheguem com maior rapidez aos laboratórios. Em entrevista, nesta terça-feira, o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, admitiu que há 100 mil testes nos laboratórios aguardando diagnóstico.

Santa Catarina

Carmen Zanotto também se disse “inconformada” com o fato de Santa Catarina ainda não ter uma unidade da Fiocruz. “Uma das plataformas (da Fiocruz) pode e deve ser instalada em Santa Catarina. Não vou me conformar. Vivi a crise sanitária da Influenza H1N1 no meu estado e sei o quanto era difícil ter de levar esses exames para o Paraná. Neste momento de pandemia, descentralizar é a palavra-chave”, afirmou.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário