Câmara aprova projeto de Carmen que proíbe exportação de equipamentos hospitalares

A parlamentar criticou a falta de respiradores e de equipamentos de proteção individual (Foto: Robson Gonçalves)

O plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira (31) projeto da deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) que proíbe a exportação de equipamentos hospitalares, de proteção individual e de higiene enquanto durar a pandemia do novo coronavírus. O projete (PL 668/2020) será encaminhado à sanção do presidente da República.

Para Zanotto, a proibição de exportações poderá suprir a escassez de equipamentos necessários para o enfrentamento do novo coronavírus.

“É inconcebível que neste momento de crise por que passa o país faltem equipamentos de proteção para os nossos profissionais e respiradores mecânicos para salvar vidas. É preciso união, todos têm de dar sua contribuição no enfrentamento desta pandemia”, afirmou a relatora da Comissão Externa que acompanha as do governo.

Segundo a parlamentar, a produção nacional tem que abastecer essa força de trabalho, que é formada, em sua maioria, por enfermeiros.

De acordo com o projeto, não podem ser exportados aventais, gorros, luvas, máscaras, aparelhos de respiração mecânica e camas hospitalares.

O deputado Luiz Antonio Teixeira Junior (PP-RJ), presidente da comissão, é coautor da proposta.

Ao final do encaminhamento do voto, Zanotto reforçou posição a favor do isolamento social para reduzir a propagação da pandemia no país, conforme recomendação da OMS e do Ministério da Saúde.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário