Jorge Kajuru defende aprovação da PEC que torna permanente o Fundeb

O parlamentar explicou que a vigência do fundo acaba no final deste ano e por isso é importante a votação da proposta (Foto: Jane de Araújo/Agência Senado)

Em seu primeiro discurso no Plenário em 2020, o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) defendeu a votação da proposta dele que torna permanente o Fundeb, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (PEC 33/2019). O parlamentar explicou que a vigência do fundo acaba no final deste ano. Por isso, é importante a votação da proposta de emenda à Constituição.

“Imagine a gente perder, esse ano, a permanência do Fundeb? Educação básica para 65 milhões de crianças do País”, disse.

Boicote

Kajuru também afirmou que está sendo boicotado pela TV Senado.

 “Eu, Kajuru, sou nome boicotado na TV Senado. ‘Porque o Kajuru pertence ao grupo Muda Senado. Porque o Kajuru emite algumas opiniões nas redes sociais. Então, evite entrevistar o Kajuru’. Eu queria dizer que não faz falta nenhuma para mim”, disse. 

O senador cobrou do presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) a análise da proposta que trata da prisão após condenação em segunda instância e a instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Tribunais Superiores e da CPI do Esporte.

Kajuru afirmou também que as eleições marcadas para o segundo semestre não podem servir de justificativa para que o Congresso Nacional deixe de apreciar as reformas tributária e administrativa e o marco legal do saneamento (PL 4.162/2019).

O senador aproveitou para cobrar o uso responsável do dinheiro público, ao comentar as despesas de autoridades com viagens e refeições. Ele também defendeu a divulgação do que o governo federal gasta com os cartões corporativos. (Agência Senado)

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário