Alessandro Vieira não descarta candidatura a governador em 2022

Ao Portal Lagartense, de Sergipe, parlamentar disse que não pode negar nada para o estado (Foto: Marcos Brandão/Agência Senado)

Senador Alessandro não descarta candidatura ao Governo de Sergipe em 2022

Thiago Farias – Portal Lagartense

Assim como no cenário nacional já são debatidos possíveis nomes para concorrer ao cargo de Presidente da República, em Sergipe, o foco, ainda que nos bastidores, se dá em torno de quem será o sucessor de Belivaldo Chagas [PSD] , que pode ser cassado a qualquer momento pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nesse debate figura o Cidadania, que tem em seu quadro o senador Alessandro Vieira, responsável por desbancar grandes políticos estaduais no pleito de 2018 e que agora caminha para fortalecer o partido em todo o estado, por meio do lançamento de nomes para concorrer a cargos no legislativo e no executivo de vários municípios sergipanos.

Essa caminhada tem sido vista por setores da imprensa como um método encontrado pelo Senador para pavimentar a sua chegada ao comando ao Palácio dos Despachos do Governo de Sergipe. Diante disso, o Portal Lagartense realizou uma entrevista exclusiva com Alessandro Vieira, o qual não descartou a possibilidade de entrar na disputa pelo comando do Estado de Sergipe em 2022.

“Neste momento, o foco está nas cidades e em realmente garantir alternativas para os municípios. A construção para 2022 é num outro momento, no momento em que você encerrar essa etapa daqui, ouvindo a população e ouvindo o que é necessário para ter um Sergipe que avance e que se modernize. É evidente que pode acontecer uma candidatura em 2022, porque um Senador sempre tem essa possibilidade, mas isso vai depender da vontade do povo”, disse o parlamentar.

Questionado sobre a existência de uma vontade pessoal de derrotar o agrupamento governista e governar o Estado, o Senador Alessandro salientou que nunca sonhou em ser político.

“Sempre gostei e sou muito satisfeito com a profissão que escolhi, que é a de delegado de polícia, mas a gente percebeu uma necessidade e você as vezes tem que emprestar a sua capacidade e a sua coragem para fazer as coisas acontecerem. Isso foi necessário para o legislativo e a gente está mostrando que funciona, que faz bem e que estimula outras pessoas e que pode ser necessário também no executivo. Tudo vai depender do momento de cada coisa”, observou.

Por isso, ainda na entrevista que concedeu ao Portal Lagartense, o Senador foi ainda mais pontual ao dizer que não descarta uma candidatura rumo ao comando do Governo do Estado.

“Não posso negar nada para Sergipe, porque esse estado me deu tudo o que tenho”, encerrou.

Fonte: http://lagartense.com.br/66603

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário