Pesquisa aponta declínio da imagem do Poder Judiciário

Não acreditam na independência do Poder 61% dos pesquisados, mostra rodada do levantamento “A Cara da Democracia” (Foto: Reprodução)

Pesquisa detecta declínio da imagem do Judiciário

Ricardo Mendonça — Valor Econômico

Um dos aspectos que chamam a atenção na mais recente rodada da pesquisa “A Cara da Democracia” é o declínio da imagem positiva do Poder Judiciário. Num período em que até o Congresso Nacional e os partidos esboçaram alguma melhoria, a confiança na atuação de magistrados despencou.

Em março de 2018, 33,9% dos brasileiros não confiavam no Poder Judiciário, outros 22,2% diziam confiar pouco. Na pesquisa mais recente feita com o mesmo método, essas taxas subiram para 38,2% e 24,1%, respectivamente (confira no gráfico acima).

Tendência no sentido oposto foi observada no grupo dos que dizem confiar muito no Poder Judiciário. Eram 12,9% dois anos atrás, são 8,3% agora.

Para o cientista político Leonardo Avritzer, pesquisador da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a exposição excessiva do Judiciário ajuda e explicar essa tendência. “A população reage às mazelas, como os privilégios, o corporativismo exacerbado”, afirma.

A tomada de decisões em ambiente politico muito polarizado também pode ter contribuído para o desgaste, avalia.

Outros recortes da pesquisa apontam para a mesma direção. Apenas 26% dos brasileiros acreditam que o Judiciário toma decisões sem ser influenciado por políticos, empresários ou outros interesses. 61% não acreditam na independência, outros 13% não souberam responder.

Fonte: https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/01/27/pesquisa-detecta-declinio-da-imagem-do-judiciario.ghtml

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário