Prefeitura de Vitória (ES) investe R$ 29 milhões em drenagem e contenção de áreas de riscos

Gestão do prefeito Luciano Rezende, do Cidadania, realiza obras e monitoramento das áreas de risco na cidade (Foto: Reprodução/PMV)

Desde 2013, primeiro ano da administração do prefeito Luciano Rezende, do Cidadania, sua gestão em Vitória (ES) já realizou 60 obras em áreas de risco, com investimento de R$ 29 milhões. As obras de contenção foram realizadas em 33 bairros da capital capixaba.

Em 2015, a Prefeitura da capital capixaba atualizou o PMRR (Plano Municipal de Redução de Risco) e o PDDU (Plano Diretor de Drenagem Urbana do Município de Vitória), uma exigência do Ministério da Cidades para liberar recursos para projetos e obras de contenção de encostas e de macrodrenagem para a Prefeitura.

“Esses planos apontam ações estruturais e não estruturais que são hierarquizadas para execução – nas áreas de drenagem e contenção de encostas – de acordo com os recursos a serem investidos pelo município a curto, médio e longo prazos”, aponta Luciano Rezende.

Atualmente quatro grandes estações de bombeamento operam para retirar das galerias as águas das chuvas.

Ampliação

A Prefeitura de Vitória também está ampliando a rede de drenagem na Praia do Canto. A previsão de conclusão é até o dia 31 de janeiro. Os recursos são provenientes do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), da Caixa Econômica Federal.

Com o objetivo de evitar deslizamentos de terra em áreas de risco geológico, a PMV tem investido no monitoramento e em obras de contenção de encostas por meio da Defesa Civil municipal. Uma das regiões monitoradas, o bairro Jaburu, irá receber obras já neste primeiro trimestre. Para essa obra serão aproximadamente R$ 2,6 milhões de investimentos, com recursos oriundos do Finisa.

Ao todo, já doram disponibilzadas 1.045 unidades habitacionais, desde 2013, para famílias que moravam em áreas de risco geológico e foram atendidas pela política habitacional de Vitória, passando a morar em residências seguras e dignas. No total, são três as linhas de prevenção habitacional em Vitória: aluguel social, aquisição de casas construídas por terceiros por meio de carta de crédito no valor de até R$ 60 mil e construção de residenciais.

“Em 2019, mais 24 famílias de Vitória conquistaram uma casa segura e agora moram com dignidade. Ao todo, por meio do projeto Bônus Moradia, compramos 325 moradias de qualidade construídas por particulares e entregamos a famílias que antes viviam precariamente”, destaca Luciano Rezende. (Prefeitura de Vitória)

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário