IV Encontro de Jovens da FAP vai reunir participantes de todo País de 15 a 18 de janeiro, em Corumbá (GO)

“A nossa preocupação é estar constantemente com a juventude”, diz presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire (Foto: FAP)

Quase 100 pessoas devem se reunir no IV Encontro de Jovens, que será realizado pela FAP (Fundação Astrojildo Pereira), de 15 a 18 de janeiro deste ano, em Corumbá de Goiás, a 125 quilômetros de Brasília. Na sua próxima edição, um dos maiores eventos da juventude no Brasil tem como principal objetivo o engajamento dos participantes na mobilização e organização do curso de formação política Jornada da Cidadania. A FAP é vinculada ao Cidadania.

“O partido pensa no futuro. O futuro está nas mãos dos jovens”, destaca o presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire.

“A nossa preocupação é estar constantemente com a juventude, buscando discutir a política e fazer com que os jovens possam ter maior eficácia na sua atuação, na mudança do nosso país. É necessária mudança para uma justa realidade”, afirma.

Os jovens terão a oportunidade de participar de uma imersão política em formato de curso de liderança e treinamento para trabalho em equipe, com palestras, aulas, debates, dinâmicas de grupo, além de atividades lúdicas e recreativas. Também participarão do encontro os multiplicadores da Jornada da Cidadania. Os detalhes da programação devem ser divulgados em breve.

Desafios

Coordenadora do IV Encontro de Jovens, Terezinha Lelis diz que a expectativa é de que os participantes aprofundem o conceito de jovens lideranças.

“Como os desafios da política são cada vez maiores, precisamos abordar diferentes conceitos fundamentais, como democracia, para serem compreendidos e vividos em todas as instâncias onde estiverem atuando na sociedade”, ressalta.

O encontro deverá ter a presença de dois jovens de cada uma das 27 unidades da Federação que forem indicados pelos respectivos diretórios estaduais do Cidadania23. Na avaliação de Terezinha, a diversidade regional deve enriquecer ainda mais o encontro.

“Isso traz um enriquecimento do encontro, com diferentes experiências do brasil, e contribui muito para os debates”, assevera ela.

A coordenadora do encontro observa, ainda, que o evento será muito enriquecedor para os participantes que pretendem disputar as eleições de 2020.

“A formação política no Brasil é muito deficiente. Precisamos de que haja mais consciência política, sabendo as responsabilidades do Executivo e do Legislativo”, pondera.

Deputado estadual pelo Rio de Janeiro cassado pela ditadura militar, José Augusto Neves é um dos organizadores do IV Encontro de Jovens e afirma que o mais importante é a conscientização da juventude.

“A posição que a gente ocupa não é de esquerda ou de direita, mas de defesa da cidadania. A FAP é a mais ousada de todas as fundações porque investe na formação dos jovens”, acentua.

Mudança

Na opinião de José Augusto, é preciso incentivar ainda mais os jovens a participarem da política, já que haverá eleições municipais no próximo ano.

“Queremos que o encontro possa incentivar muitos jovens a participarem delas e que estejam preparados para serem fator de mudança da sociedade. Tivemos mudanças nas últimas eleições, mas, se olharmos o Congresso, parece que, mesmo com novas pessoas eleitas, não mudou muito a postura com interesses pessoais”, lamenta.

Um dos coordenadores da Jornada da Cidadania, o advogado Marco Marrafon é um dos convidados com presença confirmada no encontro. Ele, que é doutor e mestre em Direito do Estado pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e estudos doutorais na Universidade de Roma Ter, afirma que o evento é muito importante para promover a integração e a formação da juventude brasileira.

“A proposta de trabalhar com o outro, da cooperação, e de se preparar para assumir o papel de ator político tem tudo a ver com as premissas da Jornada da Cidadania”, disse. (Cleomar Almeida, assessor de comunicação e imprensa da FAP)

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário