#Suprapartidário: Prisão dos brigadistas do Pará é um escândalo

Brigadistas de Alter do Chão são soltos após decisão da Justiça (Foto: Sílvia Vieira/G1)

Mais grave que qualquer declaração deste governo pregando algo como o AI-5 é o que pode estar ocorrendo por trás da prisão dos quatro jovens brigadistas do Pará.

Se comprovado que a polícia forjou provas a partir de trechos de conversas grampeadas, vai ser mais um escândalo mundial. Um absurdo repugnante!

Será que tudo isso é apenas para justificar o ódio do bolsonarismo contra o ativismo social, político, cultural e ambiental, o estado de direito e a democracia? Será que alguém está querendo criar outra situação para incriminar ONGs e ativistas, agora no episódio dos incêndios na floresta, como já tentaram no caso do vazamento do óleo nas praias do Nordeste?

Que vergonha alheia, meu Deus! Aonde o Brasil vai chegar nas mãos desses lunáticos, covardes, levianos e irresponsáveis? (#Suprapartidário)

Entenda os fatos aqui:

Inquérito contra brigadistas presos reúne grampos sem evidência de crime

Investigação federal apontava envolvimento de grileiros, e não de brigadistas, no incêndio em Alter do Chão

Ministério Público no Pará requisita inquérito que acusa brigadistas por incêndio

Tasso Azevedo: Prenderam o bombeiro

Leia também

O trauma do aborto é um segredo das famílias brasileiras

Foi imediata a reação contrária da opinião pública, pelas redes sociais e nas ruas, à tentativa de criminalizar o aborto de crianças vítimas de estupro com penas de até 20 anos.

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (17/06/2024)

Cidadania define critérios de distribuição do fundo eleitoral

A Executiva Nacional do Cidadania definiu neste sábado os...

Nota de repúdio – Não ao PL que criminaliza as vítimas de estupro

A Secretaria Nacional de Mulheres do Cidadania - M23...

M23 de Minas gerais realiza encontro neste sábado

O M23 Cidadania de Minas Gerais realiza neste sábado...

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!