“Novo AI-5”: Não vamos admitir retrocessos, afirma Alessandro Vieira

“A defesa de soluções autoritárias é um reflexo do profundo despreparo de alguns”, disse o senador sobre a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), reagiu à entrevista em que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu a edição de um novo AI-5 (Ato Institucional número 5) para conter a “radicalização da esquerda”.

O AI-5 foi editado pela ditadura militar (1964-1985) e impôs ao Brasil um recrudescimento do regime de restrições democráticas.

“A defesa de soluções autoritárias é um reflexo do profundo despreparo de alguns, que se mostram incapazes para enfrentar uma disputa democrática de ideias e argumentos. Já vivemos uma ditadura. Qualquer análise equilibrada aponta os profundos danos sofridos pela sociedade brasileira. Não vamos admitir retrocessos.”

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário