Congresso Extraordinário: Roberto Freire chama atenção para manifestações na América Latina

Segundo o presidente do Cidadania, manifestações são “demonstração clara de manifestações contra as desigualdades, injustiças e contra tudo aquilo que inquieta a sociedade” (Foto: Robson Gonçalves)

O presidente do Cidadania, Roberto Freire, destacou na abertura do Congresso Nacional Extraordinário do partido neste sábado (26), em Brasília, a importância do evento e chamou atenção dos delegados e filiados para as manifestações que tomam conta de países da América Latina, como o Chile, Bolívia e Equador.

“É preciso acompanhar bem o que acontece na América Latina, demonstração clara de manifestações contra as desigualdades, injustiças e contra tudo aquilo que inquieta a sociedade. É bom saber que as manifestações não esta acontecendo por acaso. Nesse sentido, a sociedade brasileira está inquieta. Um governo brasileiro que gera problemas e quando não tem os cria”, disse.

Ele ressaltou a importância política do congresso para o Cidadania, que vai decidir o novo estatuto e o programa política do partido.

“Temos que destacar o projeto que estamos construindo. Vemos a formação de novas grandes alianças e estamos antenados com esse mundo novo que está aí. O muro que nos dividia, no mundo da Guerra Fria, caiu. E caiu por conta dessa nova sociedades que está se construindo e somos participantes muito ativos dela. Esse Congresso significa um passo importantíssimo das novas formações políticas que hoje se concretiza”, afirmou.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário