Alessandro Vieira consegue antecipação de seguro-defeso para pescadores afetados por desastre ambiental

“Já está autorizado o pagamento do benefício aos pescadores sergipanos”, garantiu o deputado após reunião com a ministra da Agricultura (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) conseguiu o compromisso da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em reunião convocada por ele com a bancada do Nordeste, de que será antecipada a liberação, para outubro, do seguro-defeso emergencial nas localidades afetadas pelo surgimento de manchas de óleo no litoral do Nordeste, particularmente em Sergipe, estado mais afetado pela tragédia ambiental.

Serão beneficiados os pescadores que estão sendo impedidos de trabalhar em decorrência do crime ambiental, que se tornou uma questão de saúde pública nas praias nordestinas.

“É uma reivindicação justa porque os pescadores tiveram que parar de pescar, em algumas áreas, esse peixe que não está apropriado para o consumo, e deixaram de ter renda para sua sobrevivência. A decisão está tomada”, afirmou a ministra Tereza Cristina.

O Ministério da Agricultura em parceiria com os estados está fazendo um levantamento da situação nas comunidades de pescadores.

Coordenador do encontro e responsável pelo atendimento da reivindicação, Alessandro Vieira destacou que o governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Agricultura, precisa agora fazer a sua parte, levantando os pescadores que precisam da ajuda e informando ao governo federal.

“Já está autorizado o pagamento do seguro-defeso dos pescadores sergipanos. É preciso agora que o governo estadual faça a sua parte, encaminhando os cadastros e as solicitações. A gente vai estar aqui ajudando a acelerar esse processo e protegendo o cidadão que está sofrendo mais diretamente o impacto desse acidente ambiental”, disse Alessandro Vieira, que cobrou ainda do governo mais recursos para a limpeza das praias.

“Também nesse ponto está faltando que o governo do estado faça sua parte de forma objetiva e técnica”, cobrou o senador do Cidadania.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário