1º Encontro Estadual do Cidadania-ES debate eleições municipais e define 25 pré-candidatos a prefeito

O Cidadania do Espírito Santo debateu, no 1º Encontro Estadual do partido, realizado no sábado (30), as perspectivas para as eleições municipais de 2020 e definiu 25 pré-candidaturas para prefeituras capixabas. O presidente da legenda no estado, deputado estadual Fabrício Gandini, vai disputar o Executivo de Vitória, e a fundadora do Movimento Vila Nova, Tayana Dantas, que será a candidata do município de Vila Velha.

Para Gandini, o encontro foi uma oportunidade para demonstrar a força do partido e o trabalho realizado por lideranças da sigla com o objetivo de mudar a realidade social das pessoas. Ele citou o exemplo de Vitória, que coleciona bons indicadores conquistados na gestão do prefeito Luciano Rezende, do Cidadania, como a redução do número de homicídios e das faltas nos serviços de saúde.

Gandini: É preciso ter foco”

“Precisamos ter foco no que fazemos, pois nossos filhos irão colher os frutos disso. Queremos ter a confiança das pessoas e estar abertos aos diálogos. Nenhum partido deve nada ao Cidadania e nós não devemos nada a ninguém também. Queremos apresentar o melhor projeto para população de Vitória, fruto do diálogo, e não de troca de favores”, salientou Gandini.

Lideranças

Com o plenário lotado, participaram do encontro diversas lideranças políticas no estado, com o ex-ministro da Cultura e atual deputado federal do Cidadania, Marcelo Calero (RJ). O parlamentar elogiou a gestão de Vitória e afirmou que o modelo adotado pelo prefeito Luciano Rezende na capital é um exemplo para todo o País.

“A população de Vitória tem uma escolha muito fácil a fazer. Há uma candidatura que representa a continuidade desse modelo que está dando certo, que é a do deputado Fabrício Gandini. Ele traz esse legado e reforça essa maneira do Cidadania de governar. Estamos com a certeza de que o trabalho do atual prefeito não vai ser interrompido”, afirmou Calero.

O Encontro do Cidadania ainda contou com as presenças do senador Marcos Do Val (Cidadania-ES), do deputado federal Josias da Vitória (Cidadania-ES), do prefeito da capital, Luciano Rezende, além de vereadores e lideranças da Grande Vitória e do interior capixaba.

Partidos

Representantes dos partidos PSB, Podemos, PDT, PV, Avante, PRB, PSC e PSDB também participaram da reunião. O governador Renato Casagrande (PSB) foi representado por Paulo Menegueli e o ex-governador Paulo Hartung pela ex-secretária de Comunicação, Andreia Lopes.

Apontar caminhos

No encontro, o prefeito Luciano Rezende disse ser preciso lutar sempre pela boa política e uma de suas tarefas é apontar caminhos.

“Aqui em Vitória nós estamos trabalhando o nome de Fabrício Gandini para dar continuidade ao nosso trabalho e é uma perspectiva muito grande. O Brasil precisa muito de boa política e o Cidadania oferece isso”, destacou o prefeito.

Orgulho

O deputado Da Vitoria comentou sobre seu orgulho em relação à condução da gestão de Vitória, o que demonstra a responsabilidade com o setor público.

“Os partidos e suas lideranças têm que ter humildade para reconhecer o trabalho que o Cidadania vem realizando através da gestão de Luciano Rezende à frente da Prefeitura de Vitória. Se tem alguém que ajudou muito nisso e pode dar continuidade a esse projeto é o deputado Gandini”, destacou o deputado federal do Cidadania.

Barulho

O senador Marcos do Val ressaltou o trabalho que os representantes do Cidadania têm feito em Brasília.

“Somos poucos, três deputados federais e um senador, mas estamos fazendo muito barulho, envolvidos em projetos importantes para o país”, disse, lembrando que ficou feliz em ter agilizado a aprovação de R$ 400 milhões de financiamento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para investimentos em diversas áreas de Vitória.

Novo momento

No encontro, foi destacado ainda o novo momento do partido, que vem buscando atrair jovens, mulheres e negros, diversificando seu quadro. A programação do evento contou ainda com o lançamento do livro Myrthes Bevilacqua, biografia da primeira deputada federal do Espírito Santo, considerada uma mulher à frente do seu tempo. Myrthes autografou exemplares do livro e compartilhou um pouco de sua história, tão representativa para o Espírito Santo.

Leia também

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (24/06/2024)

Equilíbrio fiscal: um desafio global

A IFI - Instituição Fiscal Independente brasileira participou do...

Universidade não é fábrica

A greve pode ser legítima, mas não é compatível...

O supremacismo branco disfarçado na política

Uma das causas é a dificuldade dos candidatos negros de acessarem recursos para suas campanhas eleitorais e, consequentemente, se elegerem.

Toffoli embanana julgamento do porte de maconha

Presidente do Supremo, Barroso fez questão de esclarecer que o STF considera, “tal como a legislação em vigor”, que o porte e consumo pessoal de drogas são atos ilícitos.

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!