Calero: Decisão de Toffoli sobre investigação contra Flávio Bolsonaro é “inacreditável”

O deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) se manifestou, nesta terça-feira (16), contra a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, de suspender os inquéritos que envolvem o senador Flávio Bolsonaro. A iniciativa do magistrado, que foi tomada de forma monocrática e atende um pedido do próprio senador, susta as investigações em todas as instâncias da Justiça que tenham usado dados compartilhados por órgãos de controle, como o Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf), sem autorização judicial prévia.

“Mais uma decisão inacreditável. Isso representa sim um duro golpe nessa batalha que temos enfrentado nos últimos anos contra a corrupção. É lamentável sob o ponto de vista do conteúdo e do ponto de vista jurídico também, porque se trata de uma decisão monocrática, de um ministro do Supremo, que tem uma repercussão ampla e que tantos males pode trazer para o Brasil”, disse Calero.

Na prática, a decisão de Toffoli beneficia o filho do presidente Jair Bolsonaro, já que paralisa a investigação tocada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro sobre movimentações bancárias atípicas, feitas pelo ex-assessor do parlamentar, Fabrício Queiroz. Um documento do Coaf apontou que, quando Flávio ainda era deputado estadual, seu funcionário, que atuava como motorista, realizou transações suspeitas que chegam a R$ 1,2 milhão.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário