Candidato do Cidadania vence eleição suplementar em Iguaba Grande (RJ)

O vereador Vantoil Medeiros Martins, do Cidadania, venceu a eleição suplementar nesta domingo (02) para a prefeitura de Iguaba Grande, no Rio de Janeiro, com 5.118 votos. O novo prefeito vai governar a cidade da Região dos Lagos até 31 de dezembro de 2020. Ele é vereador no município e tem 43 anos.

“Obrigado pela confiança de cada um dos iguabenses que acreditaram na minha história, nas minhas propostas e me elegeram prefeito. Vou fazer nossa cidade ser destaque na Região do Lagos, resgatar o nosso município e melhorar de verdade a vida da população”, destacou Vantoil.

Em segundo lugar no pleito ficou o Suboficial Washington Tahim (PSL), com 3.188 votos; seguido de Rodolfinho Pedrosa (PR), com 2.842; Miqueias Gomes (MDB), com 2.675; e Jeffinho (PTC), com 502.

Sobre a atuação do candidato do PSL, partido do presidente Bolsonaro,  Vantoil diz ter visto uma campanha bastante profissionalizada, atípica em uma cidade do interior.

“Muito forte nas redes sociais e, na nossa concepção, abusaram das fake news”, comenta Vantoil, repetindo uma avaliação corriqueira sobre a disputa presidencial do ano passado.

Motivo da eleição suplementar

A cidade teve eleição suplementar por causa do indeferimento dos registros da prefeita Ana Grasiella Magalhães (PP) e do vice Leandro Coutinho (MDB), eleitos em 2016.

O TRE-RJ entendeu que a eleição de Grasiella configura o exercício de terceiro mandato consecutivo na chefia do Executivo municipal pelo mesmo grupo familiar, já que ela é nora do ex-prefeito Oscar Magalhães, que renunciou ao cargo em 2012.

O terceiro mandato por pessoas da mesma família é vedado pela legislação eleitoral.

Como o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a decisão, as eleições suplementares chegaram a ser marcadas para outubro de 2018. Porém, uma liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski suspendeu o pleito.

Em março de 2019, a 2ª Turma do STF confirmou o indeferimento do registro da chapa vencedora para os cargos de prefeito e vice em 2016, autorizando a realização das novas eleições. (Com informações do TSE , G1 e Folha de S. Paulo)

Leia também

Nota de Pesar: Luiz Werneck Vianna

É com um sentimento de profunda tristeza que o...

Diplomacia do governo Lula tem dualidade insustentável

Uma política antiamericana no Brasil não tem a menor chance de dar certo, o que não significa apoio incondicional nem alinhamento automático aos EUA.

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (21/02/2024)

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!