Prévia da inflação oficial de maio fica em 0,35%, diz IBGE

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), prévia da inflação oficial do País, ficou em 0,35% em maio, divulgou nesta sexta-feira (24) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A taxa é inferior a registrada em abril (0,72%), mas superior ao mesmo mês do ano passado, de 0,14%. Segundo o IBGE, essa foi a maior variação para o mesmo mês desde 2016, quando ficou em 0,86%.

No ano, o IPCA-15 acumula taxa de 2,27% e em 12 meses de 4,93%. O número é superior aos 4,71% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. De acordo com o instituto, a inflação foi puxada pelos setores de transportes, com 0,65%,  e de saúde e cuidados pessoais, com alta de 1,01%.

Quando analisada saúde e cuidados pessoais, a taxa foi influência pela alta do preço dos remédios, de 2,03%, planos de saúde (0,8%) e artigos de higiene pessoal (2,61%). Em relação aos transportes, os itens que influenciaram a inflação foram a gasolina (3,29%), etanol (4%), além do transporte urbano (0,54%).

Alimentos e gastos com educação não tiveram variação de preços, enquanto comunicação e artigos de residência anotaram deflação de 0,04% e 0,36%, respectivamente. Já os demais grupos registraram inflação de 0,55% na habitação, 0,38% vestuário e 0,16% despesas pessoais. (Com informações de agência de notícias)

Leia também

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (19/07/2024) MANCHETES DA...

Haddad vira o vilão dos impostos

Lula faturou politicamente na opinião pública ao se posicionar contra a taxação da carne e da blusinha, mas expôs seu ministro da Fazenda, Fernando Haddad, aos “memes” na internet.

Convocação de convenção eleitoral em Amargosa

Confira abaixo convocação para a convenção eleitoral no município...

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (18/07/2024)

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!