Juventude23 de Santa Catarina integra membros de movimentos cívicos do estado

No evento de planejamento do núcleo de jovens, foram realizadas oito filiações ao Cidadania de membros de grupos ligados a movimentos cívicos, sendo que três serão pré-candidatos a vereador nas eleições de 2020 (Foto: Reprodução)

Lideranças da Juventude23 do Cidadania de Santa Catarina promoveram a primeira reunião do núcleo jovem do partido no último sábado (23), em Balneário Camboriú. Participaram do encontro de planejamento de ações e metas da Juventude23 para 2020 representantes dos movimentos cívicos Livres e do Grupo de Educação para políticos do RenovaBR.

Os jovens aproveitaram para fazer um balanço da última gestão da Juventude23 e das ações promovidas em 2019. A Coordenação Provisória do núcleo no estado pretende retomar o protagonismo característico da juventude catarinense e participar de forma coletiva do Cidadania, defendendo uma agenda de políticas públicas para a juventude em sintonia o planejamento partidário.

A secretária estadual de Mulheres-M23, Talien Assis, e a representante do Diversidade-SC, Juliana Nogueira, participaram do encontro colaborando nas discussões e ajudando definir o conjunto de proposta, para a realização de encontro de formação de pré-candidatos dos órgãos de cooperação do Cidadania, no primeiro semestre de 2020.

A presidente estadual do Cidadania de Santa Catarina, deputada federal Carmem Zanotto, gravou mensagem aos jovens do encontro ressaltando a nova fase da Juventude23

“Nós do Cidadania precisamos olhar para frente, precisamos em algum momento pensar em sermos mais ousados nas nossas tomadas de decisão, e tenho certeza de que vocês da Juventude-23 tem essa garra, esse espírito e essa vontade de renovação”, disse.

Filiações

No evento, foram realizadas oito filiações de membros de grupos ligados a movimentos cívicos, sendo que três serão pré-candidatos a vereador na eleições municipais do ano que vem.

Para os integrantes da Juventude23 de Santa Catarina, o Cidadania vive uma nova fase na qual se busca mostrar de forma mais clara os seus princípios políticos de respeito à democracia, às diversidade e comprometimento com País.

“[Estamos] motivados em colaborar com esse novo momento formando um primeiro grupo de jovens de todo o estado que admiram e se identificam com as decisões e posturas dos parlamentares do Cidadania”, disse o coordenador estadual da Juventude23, João Flávio.

Ele ressaltou ainda que o Cidadania busca por meio do “debate democrático, da diversidade de pensamentos e atuação política construir um País menos desigual e de economia forte”.

Juventude23 lança cartilha para organizar o núcleo nos estados e municípios

A Coordenação Nacional da Juventude do Cidadania elaborou uma cartilha de organização do núcleo de representação dos jovens do partido nos estados e municípios (veja aqui). A ideia é que a cartilha cumpra uma função social para além da massificação da informação sobre o Estatuto da Juventude, que é de extrema importância para as reivindicações das unidades juvenis partidárias distribuídas em todo o Brasil. A publicação traz ainda dicas sobre a organização partidária da Juventude23.

Segundo a coordenação do núcleo, o objetivo da cartilha é organizar novas coordenações nos estados e municípios, para melhorar o controle de ações e da comunicação, principalmente a representatividade das pautas da juventude nas eleições municipais de 2020, visando o lançamento de candidaturas de jovens em todas as capitais brasileiras.