‘Bolsonaro não é incoerente. Ele tem feito tudo que sempre pregou’, diz Eliziane Gama

Em live da revista IstoÉ, senadora diz que ‘a pandemia escancarou a desigualdade entre classes’ no Brasil e que é preciso ‘entendimento do governo e vontade política do presidente para reequilibrar esse fosso social’

‘Bolsonaro não é incoerente. Ele tem feito tudo que sempre pregou’, diz Eliziane Gama

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) foi a entrevistada da live de Istoé, na tarde da última sexta-feira (14). Na conversa com o diretor de redação da revista, Germano Oliveira, ela falou sobre a pandemia e todas as crises resultantes da Covid-19, como a econômica, a sanitária e a política que surgiram em torno do tema. Para ela, o maior problema que o país atravessa e ainda sem solução é a desigualdade social, que ganhou visibilidade com a chegada do novo coronavírus ao Brasil.

“A pandemia escancarou a desigualdade entre classes, o rico ficou mais rico e o pobre ficou mais pobre. Precisa-se de entendimento do governo e vontade política do presidente para reequilibrar esse fosso social”, avalia.

Jornalista, a parlamentar é autora de um dos projetos de imposto sobre grandes fortunas que tramita no Congresso Nacional. Segundo o entendimento da parlamentar, “só mesmo taxando as grandes fortunas, o país conseguirá redirecionar e equilibrar a renda nacional”, diz.

Defensora de um Reforma Tributária que reduza a tributação do estrato mais baixo da sociedade, ela diz na conversa que “a taxação de grandes fortunas vem para reduzir a concentração de renda e trazer recursos para aqueles que estão em situação de maior vulnerabilidade social. O problema é que o governo não olha para a população mais pobre do país”, diz e adverte: “O pós-pandemia será muito complicado e incerto”.

Considerada uma das parlamentares mais atuantes do Congresso, Eliziane é líder do partido Cidadania no Senado. Defensora dos direitos humanos, da infância e da mulher, Eliziane foi estudante de escola pública e teve que sair da casa dos pais para cursar ensino médio em outra cidade. Segundo ela, o país precisa que o Estado brasileiro assuma a educação como prioridade da nação e para isso é imprescindível que o Fundeb seja aprovado.

Ao fim, a senadora avalia que o Congresso Nacional não tem medido esforço para aprovar medidas, em todas os setores, que deem totais condições necessárias para o país atravessar com segurança e equilíbrio a travessia da crise sanitária. O problema, diz ela na conversa, é que o Brasil está numa situação capenga e o governo federal não ajuda.

Na live, ela falou sobre educação, saúde, meio ambiente, impeachment e fez uma análise do cenário político e econômico.

“Nós temos um governo que divide o país e hoje o momento é de unidade. Um governo que rasga dinheiro. Porém, o presidente Bolsonaro não é incoerente. Ele tem feito tudo que sempre pregou”, conclui.

Fonte: https://istoe.com.br/bolsonaro-nao-e-incoerente-ele-tem-feito-tudo-que-sempre-pregou-diz-eliziane-gama/

Na IstoÉ, Eliziane Gama fala sobre a tramitação da reforma da Previdência

BRASIL CONFIDENCIAL – ISTOÉ

Toma lá dá cá

Eliziane Gama, Senadora (Cidadania-MA)

A senhora pretende votar a favor da Reforma da Previdência no Senado?

A aprovação da Reforma da Previdência vai depender do texto final que será apresentado pelo relator. Apresentamos algumas emendas e estamos negociando pontos que consideramos ruins, principalmente para os que ganham menos de dois salários mínimos.

O que precisa ser mudado no texto aprovado na Câmara?

Precisamos corrigir aspectos cruéis da reforma que prejudicam os mais pobres. Alguns pontos como o BPC, o abono salarial e a pensão das viúvas são injustos e afetam quem mais precisa.

Acha importante incluir os estados e municípios?

Esse é um esforço necessário para que o país não quebre de vez. Os estados e municípios estão em apuros.