Delegada Danielle Garcia filia-se ao Cidadania de Aracaju

Nova filiada esteve à frente da “Operação Babel”, que investigou irregularidades nos contratos referentes a coleta de lixo na capital sergipana (Foto: Reprodução)

Em encontro realizado na última sexta-feira (13), o Cidadania de Aracaju filiou a Delegada Danielle Garcia ao partido. O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), presidente do Diretório Estadual do partido, Dr. Emerson, presidente do Diretório Municipal da capital sergipana, e os deputados estaduais Georgeo Passos, Samuel Carvalho e Kitty Lima deram as boas vindas à delegada da Polícia Civil de Sergipe que atualmente compõe o Ministério da Justiça, comandado por Sérgio Moro.

A filiação da delegada Danielle Garcia ao Cidadania foi acolhida também pela vereadora Emília Corrêa (Patriotas) e pelo empresário Milton Andrade (NOVO). Reconhecida por trabalhos importantes na investigação dos desvios de recursos públicos em órgãos do estado de Sergipe, Danielle Garcia chega para somar forças ao grupo “Unidos por Aracaju” e agregar sua coragem e honestidade às ações que estão sendo planejadas para a cidade de Aracaju.

O senador Alessandro Vieira garantiu que o Cidadania vai participar do próximo processo eleitoral em Aracaju, mas que a definição de candidaturas será feita ouvindo a sociedade.

“Estamos seguindo exatamente aquilo que manifestamos desde o início da nossa caminhada política: reunir um grupo de pessoas honestas, corajosas e decididas a fazer aquilo que é necessário para resgatar Sergipe e o Brasil do atraso que envolve corrupção, incompetência, falta de seriedade e más práticas políticas que precisam ser deixadas para trás. Isso passa por momentos como esse de hoje que é a filiação de uma grande profissional de segurança pública, competente, corajosa e que sempre mostrou uma capacidade de realização em benefício da sociedade. Ela passa a fazer parte dos quadros do Cidadania e é mais um importante nome para fortalecer o grupo Unidos por Aracaju”, afirmou

“Para aqueles que ainda insistem na política das fake news, na plantação de mentiras ou nas velhas práticas da politicagem fica o recado de que estaremos firmes na construção de uma nova forma de atuação política, sempre transparente, responsável e conectada com o cidadão”, completou o senador.

Perfil

A delegada Danielle Garcia, que atualmente é coordenadora do Programa Nacional de Fortalecimento das Polícias Judiciárias no Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheirodo, do Ministério da Justiça, já atuou no Cope (Complexo de Operações Policiais), no Denarc (Departamento de Narcóticos) e no Deotap (Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública da Polícia Civil). Sua última função em Sergipe foi à frente da Delegacia da Barra dos Coqueiros.

À frente da Deotap, coordenou dezenas de operações de repercussão regional e nacional de combate à corrupção, identificando e prendendo criminosos que roubam dinheiro público e recuperando milhões de reais desviados.

Foi responsável pelo início da operação que investigou irregularidades no repasse e na aplicação de verbas de subvenção social, recebida pelos deputados da Assembleia Legislativa de Sergipe. Também neste ano, esteve à frente da “Operação Babel”, que investigou irregularidades nos contratos referentes a coleta de lixo na capital sergipana.

Danielle Garcia investigou também irregularidades na Câmara de Vereadores, que em 2016 deu andamento à “Operação Indenizar-se”, promovendo levantamentos sobre crimes relacionados à sonegação fiscal, peculato e lavagem de dinheiro. A operação investigou irregularidades em contratos de locação de veículos e nas verbas indenizatórias, resultantes de um desvio de cerca de R$ 7 milhões. (Assessoria Cidadania de Sergipe)