Juninho, Casagrande e Moro avaliam o programa “Em Frente, Brasil”, em Cariacica (ES)

Prefeito, governador do Espírito Santo e ministro da Justiça participaram da reunião mensal do GGIM (Gabinete de Gestão Integrada Municipal) , formado pelas forças de segurança da cidade, estado e União (Foto: Lucas Calazans)

O prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia Júnior, o Juninho, do Cidadania, recebeu o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, nesta terça-feira (29), para avaliar o andamento do programa “Em Frente, Brasil”, implantado na cidade desde agosto para combater a criminalidade e a violência no município.

O primeiro compromisso de Juninho, Moro e Casagrande foi reunião mensal do GGIM (Gabinete de Gestão Integrada Municipal), que reúne representantes da segurança pública na cidade – Polícia Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, agentes municipais de trânsito, Ministério Público – em encontros mensais para avaliação do contexto de prevenção e combate ao crime.

Juninho destacou a parceria entre o município, o estado e o foverno federal afirmando que somente a união de forças podem surtir efeito diante de um panorama complexo.

“Antes mesmo do ‘Em Frente Brasil’, que pede essa agregação já incentivamos e promovemos essa união entre as forças policiais aqui no GGIM, pois é só por meio do diálogo constante e da troca de experiências, que podemos aprimorar o trabalho de eliminação da violência e envolver ainda mais a sociedade. É muito bom ver que o governo federal buscou fortalecer essa sintonia entre o Estado e o município”, afirmou o prefeito.

O ministro agradeceu o empenho da Prefeitura de Cariacica e reforçou que a união de forças será a filosofia do programa na cidade.

“Vamos caminhar sempre juntos. Essa união facilita pois já estamos unidos ao estado por meio do programa ‘Estado Presente’ e estaremos mais próximos ainda do município”, afirmou Moro.

Ele lembrou que os índices de homicídio em Cariacica não são bons.

“Tivemos um pico maior neste mês. Dez homicídios por mês é um número alto e não devemos nos acostumar a taxas elevadas”, destacou, incentivando as forças policiais a continuarem agindo e lembrando que nada é imediato.

Segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, o número de homicídios na cidade no acumulado do ano é de 122, dez a menos que no mesmo período de 2018.

Educação

A comitiva visitou a Escola Municipal de Ensino Fundamental João Pedro da Silva, em Porto de Santana. O prefeito de Cariacica enfatizou que o combate à violência deve ser feito com incentivo à Educação. Ele, inclusive, anunciou que o processo de reforma e manutenção da escola já havia sido autorizado.

“Voltaremos brevemente aqui para dar a ordem de serviço”, anunciou.

As autoridades concluíram a agenda em Cariacica visitando a tropa da Força Nacional, que está instalada na Academia da Polícia Militar. Ali, o prefeito falou aos policiais, delegados e agentes mais uma vez exaltando a união entre as forças e que contará com mais um incentivo da Guarda Municipal.

“Estamos em um caminho diferente, no qual o governo federal dialoga com o estado e o município. Se unificarmos as forças teremos resultado”, disse.

“Em Frente Brasil”

Desde agosto deste ano, Cariacica recebeu 100 agentes da Força Nacional para atuar ostensivamente em apoio às forças locais. Além disso, o projeto inclui ações na área social. O trabalho de montagem do programa é realizado na cidade desde maio, quando Cariacica foi selecionada como a representante da Região Sudeste no programa por apresentar alta nos índices de violência, mas também por ter equilíbrio nas contas públicas, estabilidade governamental e fazer parte de um programa estadual de segurança referência no País. (Com informações da Prefeitura de Cariacica)

Gestão fiscal de Cariacica (ES) recebe nota “A” da Secretaria do Tesouro Nacional

A gestão fiscal de Cariacica (ES), cidade governada pelo prefeito Geraldo Luzia de Oliveira Junior, o Juninho, do Cidadania, recebeu nota “A” da STN (Secretaria do Tesouro Nacional) na avaliação da capacidade de pagamento, chamada Capag, alcançou o conceito máximo.

O intuito da Capag é apresentar de forma simples e transparente se um novo endividamento representa risco de crédito para o Tesouro Nacional.

A metodologia do cálculo da Capag, em vigência há dois anos, é definida a partir de indicadores de endividamento, poupança corrente e liquidez, logo, avaliando o grau de solvência, a relação entre receitas e despesa correntes e a situação de caixa, faz-se diagnóstico da saúde fiscal do estado ou município.

O indicador de endividamento é calculado pela relação entre dívida consolidada bruta e receita corrente líquida. A poupança corrente busca verificar se o ente está poupando o suficiente para absorver um eventual crescimento das suas despesas correntes acima do aumento das receitas correntes. Por fim, o índice de liquidez verifica se o ente tem um volume de recursos em caixa suficiente para honrar as obrigações financeiras já contraídas.

Juninho: Gestão responsável e sustentável

“Alcançamos a nota ‘A’ nos três indicadores, o que demonstra que temos primado pelo equilíbrio das contas públicas e uma gestão fiscal responsável e sustentável”, afirma Juninho.

Além de atestar a boa situação fiscal do município, a avaliação máxima pelo Tesouro Nacional confere a Cariacica condições para contratação de operações de crédito com garantia da União.

“Com isso, o município pode acessar empréstimos para investimentos com juros mais baixos”, diz Carlos Renato Martins, secretário Municipal de Cariacica.

A consulta das notas de municípios, Estados e Distrito Federal na Capag pode ser feita no endereço: http://www.tesourotransparente.gov.br/visualizacoes/previa-fiscal. (Assessoria Prefeiutra de Cariacica)

Juninho apresenta projeto da Guarda Municipal de Cariacica para Sérgio Moro

Cariacica (ES) é uma das cinco cidades do País a serem contempladas pelo PNECV (Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta), ação do Ministério da Justiça em parceria com a prefeitura do município e o governo estadual. No seminário de lançamento do programa, em Brasília, na semana passada, o prefeito Geraldo Luzia de Oliveira Junior, o Juninho, do Cidadania, entregou ao ministro Sérgio Moro o projeto de implantação da Guarda Municipal.

A proposta, que já estava em desenvolvimento pela administração municipal, aponta para que 100 guardas atuem inicialmente na cidade, auxiliando as forças policiais do estado nas políticas de segurança pública. A intenção é captar recursos por meio do PNECV, junto ao governo federal para viabilizar a implantação com compras de veículos e equipamentos, dentre outros.

O prefeito também apresentou ao secretário Nacional de Segurança pública, General Guilherme Theophilo, o projeto para ampliação e modernização do parque de videomonitoramento da cidade, prevendo um sistema inteligente de gestão dos dados, câmeras para cerco eletrônico e reconhecimento facial. Ambos os projetos agradaram a equipe do Ministério da Justiça e serão apreciados.

Quanto ao início da ação direta do governo, a previsão é que até dia 28 de maio seja finalizado o planejamento, enquanto a Força Nacional comece a atuar nas ruas, principalmente dos bairros identificados como áreas de interesse. O prefeito Juninho enxerga o programa como uma oportunidade de mudar a realidade da segurança pública na cidade.

“Com atuação do município e governo do estado, reforçados de uma política nacional efetiva, aliados à participação social, Cariacica tende a ser um exemplo exitoso para o Brasil com este projeto piloto. Já iniciamos uma participação efetiva, sendo os primeiros a entregar projetos para implantação da Guarda Municipal e de um sistema inteligente de monitoramento, além da troca de todo o parque de iluminação pública nos próximos meses. Além da presença ostensiva da Guarda Nacional, teremos investimentos em outras áreas como educação, cultura, infraestrutura e assistência social, para combater a violência de forma efetiva”, prefeito Juninho.

Força-tarefa municipal

O PNECV será implantada como piloto em cinco cidades e está em fase de elaboração com representantes de todas elas. A prefeitura de Cariacica participa das discussões sobre o PNECV há cerca de dois meses, representada pelo vice-prefeito Nilton Basílio Teixeira e o servidor efetivo Neidimar Machado Serrano, pontos focais do município. Eles foram os interlocutores nas fases preliminares e acompanharão o planejamento, que deve ser finalizado até o dia 28 de maio. No encontro em Brasília, estiveram também representantes das polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal, Bombeiros e da secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social. (Prefeitura Municipal de Cariacica)