Eliziane Gama quer debater medidas adotadas pelo governo para conter coronavírus no País

"Cabe ao governo federal montar uma estratégia de ação eficiente, mobilizando diversos setores e órgãos para proteger o nosso território de um vírus letal. A prevenção e atuação rápida podem salvar vidas e evitar uma epidemia no Brasil", defende a parlamentar.

Sob Bolsonaro, Brasil cai pelo 5º ano seguido no ‘Ranking da Corrupção’

A última vez que o País avançou no ranking foi em 2014, quando chegou ao 69º lugar. De lá para cá, houve queda relativa em todas as edições. A pontuação também não melhora desde 2016, quando o País atingiu 40 pontos na escala da Transparência Internacional.

Sem cargo público, irmão de Bolsonaro age como mediador de recursos do governo federal, diz jornal

De acordo com a "Folha de S. Paulo", Renato Bolsonaro participa de solenidades de anúncio de obras, assina como testemunha contratos de liberação de verbas, discursa e recebe agradecimentos públicos de prefeitos pela ajuda no contato com a gestão federal comandada pelo irmão.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTIGOS E COMENTÁRIOS

TV CIDADANIA23

Arnaldo Jardim e Cátilo Cândido: Para além de uma política de “canudinhos”

A Economia Verde traz para o debate a necessidade de enfrentarmos um dos maiores problemas da modernidade: a produção diária de resíduos urbanos.

Elissa Felipe: Sobre candidatas-laranja

Os resultados ruins da reserva de candidaturas femininas parecem advir, em grande parte, da falta de comprometimento dos partidos em promover maior participação política feminina.

Marco Aurélio Nogueira: O desafio de Huck à esquerda

Chama mais atenção a conduta dos que seguem cegamente a catilinária lulista. Destruir Huck tornou-se a diversão preferida de tantos que se proclamam democratas. É um veto bem pouco democrático.

Eduardo Rocha: O que está em jogo na reforma tributária?

A questão tributária foi e é a expressão de lutas entre uma minoria que controla a riqueza e a maioria que não a tem. E essa luta ficará mais decisiva já a partir de fevereiro no Congresso Nacional.

Cristovam Buarque: Nós falhamos

No nosso período, o País ficou mais radicalizado, violento e corrupto. Com menos coesão social e política e sem um rumo histórico. O Estado ficou mais ineficiente, aparelhado e endividado.

José Serra: Que o ano novo mereça esse nome

As polêmicas, os amadorismos e recuos marcaram o ano de 2019. É papel do Congresso acompanhar de perto as opções adotadas pelo governo na área externa e contribuir para que volte ao equilíbrio.

Vem com a gente!

No Cidadania, sua ideia ganha força e vira ação efetiva para melhorar a vida das pessoas. Integre nossos quadros, participe das nossas reuniões e dê a sua contribuição para fazer sua cidade melhor.