A pedido de Carmen, Seguridade aprova indicação ao Ministério da Saúde de ajuda emergencial de R$ 1 bilhão para o SAMU

Falta de reajuste nos valores que são repassados pelo governo federal e pandemia de Covid-19 agravaram a situação financeira dos consórcios municipais, explica (Crédito da foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou nesta quarta-feira (23) requerimento de autoria da deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) em que solicita ao Ministério da Saúde repasse emergencial de recursos no valor de R$ 1 bilhão para o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O suporte financeiro vai se somar aos esforços dos municípios para manter serviço de atendimento hospitalar móvel em casos de urgências e emergências clínicas, pediátricas, traumáticas e outras especialidades.

Segundo Zanotto, além da falta de reajuste nos valores que são repassados pelo governo federal, a pandemia de Covid-19 agravou a situação financeira dos consórcios municipais em razão do aumento dos gastos.

“Já estava muito difícil para as prefeituras sustentarem o serviço, mas a pandemia elevou muito as despesas porque os municípios tiveram que contratar funcionários da equipe para substituir os que estão no grupo de risco ou pegaram Covid”, afirmou.

Além disso, explicou a parlamentar, houve uma demanda maior de higienização da estrutura de atendimento e de troca de EPIs dos funcionários a cada paciente socorrido. “As prefeituras também tiveram que enfrentar a alta dos preços desses equipamentos em razão da pandemia”, completou Carmen Zanotto.

A deputada Leandre (PV-PR) é coautora do requerimento de indicação que prevê repasse de recursos ao SAMU.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment