Alessandro Vieira quer informações da CGU sobre queda do Portal da Transparência

Para o senador,  a ‘inacessibilidade do Portal aumenta a suspeita sobre os gastos do Executivo, que teve um aumento de 20% em 2020 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O senador Alessandro Vieira (Cidadania -SE) protocolou, nesta quarta-feira (27), pedido de informações ao ministro da CGU (Controladoria-Geral da União), Wagner de Campos Rosário, sobre a situação de instabilidade do Portal da Transparência. A queda ocorreu logo após a repercussão sobre o aumento preocupante de gastos do governo federal com a compra de alimentos em 2020.

No documento, o vice-líder do Cidadania questiona se a queda do Portal foi ocasionada por alguma questão objetiva e se o sistema já se normalizou, para permitir a consulta por todos os cidadãos interessados. Além disso, o senador também quer saber se as bases de dados foram retiradas e, em caso positivo, quais bases foram tornadas indisponíveis e sob qual justificativa.

“A inacessibilidade do Portal aumenta a suspeita sobre os gastos do Executivo, que teve um aumento de 20% em 2020, ano de pandemia e home office. O básico da gestão é fazer boas escolhas, dentro dos princípios da eficiência e da moralidade”, afirma Alessandro Vieira.

Investigação no TCU

O parlamentar do Cidadania protocolou ontem (27), juntamente com os deputados federais Tabata Amaral (PDT – SP) e Felipe Rigoni (PSB – ES), pedido (veja aqui) para abertura de investigação pelo TCU (Tribunal de Contas da União) nos gastos de mais de R$ 1,8 bilhão em alimentos pelo Executivo. (Assessoria do parlamentar)

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário